Uberlândia foi a segunda cidade de Minas que mais gerou empregos em novembro

De acordo com dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED) divulgados na última quinta-feira, 23 de dezembro, Uberlândia fechou o mês de novembro como a segunda cidade mineira que mais gerou vagas de emprego. Com mais de 2 mil oportunidades formais, o município ficou atrás apenas de Belo Horizonte, mas em um cenário nacional a cidade ficou à frente de 14 capitais brasileiras.

No ano de 2021, Uberlândia alcançou a marca de quase 15 mil vagas abertas, sendo que até o último mês a cidade registrou 118.691 admissões e 103.726 demissões. Segundo o Caged, apenas em novembro o número de novas vagas foi de 2.455.

Os dados também apontam os setores da economia que mais movimentaram a cidade no cenário de empregabilidade. Quem seguiu à frente na geração de empregos, em relação ao último levantamento, foi o setor de Serviços com a abertura de 950 vagas, seguido pela Agropecuária (465) e a Indústria (235).

No município, a quantidade de vagas para determinadas funções chamou a atenção. Confira quais foram as oportunidades que mais se destacaram:

  • Operador de telemarketing ativo e receptivo (462);
  • Vendedor do comércio varejista (234);
  • Trabalhador da cultura de mulho e sorgo (220);
  • Alimentador de linha de produção (215);
  • Atendente de lojas e mercados (195).

Em entrevista ao Jornal Diário de Uberlândia, o assessor municipal de Economia e Inovação, Rafael Porto, comentou o crescimento de vagas no setor de call center. “Uberlândia tem várias empresas de call center e já é uma tendência. No segundo semestre teve um número maior de contratações e isso tem a ver com algum backup que as empresas fazem em relação a atendimento ao cliente”, observou ele.