Manifesto Aciub por reformas já

A Associação Comercial e Industrial de Uberlândia – Aciub, por meio de seus associados e diretoria, e com a colaboração de diversos especialistas ligados aos segmentos jurídicos tributário, ambiental e público, vem a público defender prioridade total dos poderes constituídos na aprovação das reformas estruturais em nível federal, com a consequente regulamentação das novas medidas também nas esferas estaduais e municipais. 

Nesse sentido, a Aciub entende que as reformas tributária, administrativa, bem como a aprovação do projeto de lei do licenciamento ambiental, são de interesse de toda a sociedade e, portanto, merecem a melhor atenção dos deputados e senadores que representam Minas Gerais no Congresso Nacional.

A Aciub acredita ser possível o Brasil avançar, ainda em 2021, rumo à modernização da legislação com o objetivo de desburocratizar, agilizar e unificar a normas, garantindo um mínimo de segurança jurídica para a população em geral e, em especial, aos empreendedores que são os responsáveis por gerar emprego e renda fundamental para a retomada do crescimento econômico e para a necessária estabilidade social.

Partindo destas diretrizes amplamente discutidas, segue a colaboração da Aciub para cada uma das prioridades apontadas:

REFORMA TRIBUTÁRIA

Várias iniciativas tramitam no Congresso Nacional. A Aciub apoia as melhorias que sejam orientadas pelas seguintes premissas:

1 – NÃO ao aumento de tributos de qualquer natureza:

  • Fim da substituição tributária incidente sobre as mercadorias adquiridas pelas empresas optantes pelo Simples Nacional.
  • Fim do Difal, que é a diferença de alíquota do ICMS incidente sobre as mercadorias adquiridas pelas empresas optantes do simples nacional, em operação interestadual, para revenda, industrialização ou prestação de serviços.

2 – Simplificação tributária em todos os níveis da gestão pública:

  • Unificação do PIS e Cofins.

3 – Desoneração da folha estimulando a geração de emprego:

  • Garantia de prorrogação do prazo da desoneração prevista para finalizar em dezembro de 2021.
  • Extensão do direito à opção pela sistemática da desoneração da folha de pagamento para qualquer contribuinte independentemente do segmento de atuação.

REFORMA ADMINISTRATIVA

A Aciub apoia as ações e projetos que tenham como foco o conceito de Estado mínimo, baseado na eficiência dos serviços públicos por meritocracia sustentada em critérios técnicos de desempenho priorizando a atuação em áreas essenciais como segurança, saúde, educação e meio ambiente:

1 – Foco na tramitação e aprovação do PL 6726/2016 conhecido como PL dos Super Salários.

  • Fim dos chamados “penduricalhos” que oneram os cofres públicos privilegiando uma minoria de servidores.

2 – Prioridade na regulamentação do projeto de lei complementar 116/2017 que define os critérios para demissões de servidores públicos por insuficiência de desempenho.

3 – Apoio à Reforma Administrativa em tramitação para toda a base do funcionalismo público sem a exclusão de nenhum segmento:

  • Suspensão de privilégios como: férias prêmio; gratificações; indenizações; auxílios, etc.
  • Remuneração por critérios de desempenho (meritocracia).

4 – Autonomia funcional baseada em critérios mínimos de eficiência e produtividade aplicados a todos as carreiras públicas:

  • Plano de cargos e carreira fundamentado em meritocracia.

LICENCIAMENTO AMBIENTAL

A Aciub ratifica a defesa do desenvolvimento econômico sustentado na preservação do meio-ambiente garantindo qualidade de vida às futuras gerações. Por outro lado, entende ser urgente a melhoria do sistema de fiscalização ambiental passando de uma estrutura burocrática e punitiva para um Estado como educador ambiental e facilitador do desenvolvimento sustentável que gere segurança jurídica aos empreendedores e população em geral. Nesse sentido, pedimos o apoio dos senadores na votação do projeto e o acompanhamento dos deputados federais que já aprovaram a matéria. Sendo assim:

1 – A Aciub apoia os PLs 3729/2004 (Câmara) e 168/2008 (Senado) que têm por objetivo simplificar normas ambientais sem prejuízos à preservação do meio-ambiente. Gerando:

  • Simplificação das licenças ambientais (Ex: licença ambiental única; licença ambiental por adesão, etc)
  • Sugestões de inserções ao texto:
    • Art. 13, §10 O prazo do órgão ambiental licenciador para verificação do cumprimento das condicionantes técnicas estabelecidas nas respectivas licenças, em qualquer uma de suas fases, é de 120 dias, contados da expiração do prazo do empreendedor para cumprimento da condicionante.
    • Art. 13, §11. Caso alguma condicionante da licença não seja cumprida, demonstrada a viabilidade ambiental e a adequação das medidas de controle ambiental aprovadas para o empreendimento, a licença de operação poderá ser renovada a critério da autoridade licenciadora.

A Aciub defende que as medidas acima sejam priorizadas em nível nacional, e que as referidas mudanças sejam rapidamente regulamentadas em nível estadual e municipal, gerando segurança jurídica e agilidade na implementação de projetos nos mais diversos segmentos sociais e econômicos.

Uberlândia-MG, 07 de julho de 2021