A transformação e o futuro do varejo foi tema da reunião do Aciub Jovem

Cenários do varejo, papel da inovação e cases de empresas que estão se adaptando às novas tendências foram alguns dos tópicos tratados na reunião do Aciub Jovem do mês de novembro, que aconteceu no dia 5. O diretor da brMalls, Fábio Teodoro de Oliveira Neto, que possui 17 anos de atuação no varejo, com experiência nas áreas de marketing, comercial e operações, foi o convidado para a apresentação e troca de ideias com os empreendedores.

Com a bagagem da carreira profissional no setor de varejo e de uma imersão que fez no Vale do Silício, recentemente, o palestrante mostrou cases relacionados a inovações e transformações no âmbito digital e cultural do ecossistema do varejo. Logo no início da apresentação o executivo Fábio Oliveira, que foi superintendente do Center Shopping Uberlândia, fez uma contextualização do varejo brasileiro, destacando que nos últimos 60 anos o Brasil vive entre ciclos econômicos bons e ruins, destacando um momento muito bom em 2009 e o cenário desfavorável com a crise mundial em 2016, mas mostrando-se positivo para o próximo ano. “Estamos saindo deste cenário ruim e de fato acho que estamos em um caminho melhor, que o ano que vem será mais positivo, poderem não voltaremos ao ápice do setor”, ressaltou ao lembrar que o momento é diferente e que se recuperar de uma fase não muito boa não significa voltar ao melhor cenário vivido anteriormente, até porque transformações acontecem.

Ao citar mudanças de cenários e de comportamentos, Fábio Oliveira destacou que o perfil do público e as expectativas são diferentes, lembrando que cada vez se busca mais pela proximidade, disponibilidade, conveniência e o produto na mão, com rapidez cada vez maior da entrega. Outro ponto destacado foi da necessidade de acompanhamento das novas gerações e suas demandas, porém sem esquecer das demais, pois todos são públicos e merecem atenção.

Por falar no consumidor, um ponto de alerta aos jovens empresários que participaram foi o da necessidade de conhecer cada vez mais o cliente e oferecer customização e personalização, pois as pessoas não querem mais tratamento em massa, mas individualizado e se sentem valorizadas quando são tratadas de acordo com suas expectativas. Para isso é necessário que os empreendedores estejam atentos aos estilos, gostos e comportamentos do público.

Fábio Oliveira também alertou sobre uma mudança de paradigma que precisa ser imediata. “Existe um paradigma que está na cabeça da maioria, que é o uso da palavra ‘ou’, pensando nisso ou naquilo, enquanto o ideal é usar o ‘e’. Quando a agente soma, no lugar de dividir, conseguimos encontrar novos caminhos e ferramentas e ampliar o atendimento, e não isso ou aquilo, mas uma e outra forma”, ressaltou chamando a atenção ao fato de que hoje o varejista precisa estar no espaço físico e no virtual, e não em um ou outro.

Questões sobre a cadeia de produção e distribuição também foram tratadas, assim como uma reflexão sobre a importância da diversidade e inclusão social. “Não existe inovação e diferenciação em nenhum negócio sem olhar a diversidade, ver como sendo algo que agrega valor de verdade, isso é extremamente importante. As pessoas buscam gente real, diversa, como somos, que querem a inclusão. Temos que pensar em nossos negócios de forma inclusiva”, afirmou.

Durante toda a palestra o diretor da brMalls mostrou cases de sucesso de empreendedores que estão se adequando aos novos cenários, tecnologias e tendências. Ele lembrou ainda que cada vez mais o consumidor esta melhor informado, ao ponto de chegar nas lojas para comprar já sabendo mais do produto que o próprio vendedor, poies pesquisou antes na internet. Isso reforça a necessidade de capacitação e de mudar a forma de vender e enxergar o cliente, que cada vez mais utiliza canais variados para definir suas compras e fazer escolhas. Dados apresentados mostraram que mais de 40% das pessoas já usam dois ou mais canais para fechar uma compra, enquanto 26% inicia em um e termina com outro, ou seja, o consumidor já é multicanal.

No encerramento Fábio Oliveira deixou para os participantes a importante dica sobre a necessidade de buscar soluções colaborativas, buscando parcerias por meio de conexões para melhor de desenvolver, e fez uma avaliação do encontro. “Foi um prazer estar aqui e acredito que para mudar e adequar aos desafios de mundo, do varejo e dos negócios em nossa cidade precisamos de pessoas com cabeça disposta a ouvir e transformar, e foi o que vi aqui. São jovens sedentos a aprender e fazer conexões, e é bom ver este papel da Aciub e do Aciub Jovem de criar este ambiente de conexões, pois somente vamos evoluir fazendo conexões bem feitas”, concluiu.

Os interessados em participarem das reuniões e ações do Aciub Jovem, podem entrar em contato pelo telefone (34) 3239-1563 ou pelo e-mail projetos@aciub.com.br. As atividades do Aciub Jovem contam com o apoio do Programa AL-Invest 5.0 – que é um dos programas regionais de cooperação econômica mais importantes da Comissão Europeia, da Confederação das Associações Comerciais e Empresariais do Brasil (CACB) e da Fundação de Apoio ao Desenvolvimento Empresarial (FADE).