Nota da Aciub sobre paralisação dos caminhoneiros

Diversas empresas de Uberlândia já sentem o reflexo desta paralisação, que afeta suas linhas de produção e distribuição, provocando grandes prejuízos para as empresas, assim como para os fornecedores e clientes. A sociedade como um todo acaba penalizada com esta situação.

Entendemos ser legítimo este movimento, desde que ocorra de forma ordeira, pois está insustentável o aumento tributário em cima do petróleo, onerando toda a cadeia produtiva do Brasil. Lamentamos que seja necessária esta atitude para forçar o Governo Federal a negociar e rever a política de preços da Petrobras.  Entendemos ser fundamental a atuação efetiva de nossos parlamentares federais, e precisamos que eles atuem junto ao Governo e no Congresso, promovendo uma revisão completa da tributação federal, seja sobre os combustíveis – que motiva este movimento, assim como ampliando para um cenário geral.

Há muito tempo a Aciub defende uma ampla reforma tributária, que é cada vez mais essencial para melhorar o ambiente de negócios e possibilitar o desenvolvimento saudável da economia e de toda sociedade.