Empreender Competitivo começa 2018 com quase 60 projetos

A Confederação das Associações Comerciais e Empresariais do Brasil (CACB) divulgou 59 propostas aprovadas para a nova etapa do Empreender Competitivo 2017-2019. A partir de 2018, os núcleos setoriais cujos projetos foram selecionados já poderão dar início à implementação e ao desenvolvimento das ações previstas.

A CACB recebeu 245 propostas no total, a maioria dos segmentos de Mulher Empresária (29 projetos) e de Jovens Empresários (22). Os demais setores representados foram artesanato, automecânica, alimentação, comércio varejista, confecções, escolas, contabilidade, feirantes e pequenos produtores rurais, imobiliárias, informática, salões de beleza e cabeleireiros, tecnologia e inovação e turismo.

Empresários de 10 estados se inscreveram. Com 69, Santa Catarina (SC) foi o estado com maior volume de propostas enviadas. Minas Gerais (MG), com 63, e Paraná (PR), com 37, vieram em seguida. Representantes de ACEs de Alagoas (AL), Bahia (BA), Mato Grosso (MT), Pernambuco (PE), Rio Grande do Norte (RN), Rio Grande do Sul (RS) e São Paulo (SP) também apresentaram projetos. Além disso, foi contemplado um projeto de Brasília (DF), formulado pelo Conselho Nacional da Mulher Empresária da CACB.

NÚCLEOS MADUROS EM FOCO

O Empreender Competitivo é desenvolvido pela CACB em conjunto com as Associações e Federações Comerciais de cada estado. A iniciativa é direcionada a núcleos que tenham pelo menos 18 meses de atuação e/ou sejam autossustentáveis, sendo uma excelente oportunidade para as empresas nucleadas que necessitam de apoio para desenvolver ações que melhorem a sua competitividade, como consultorias para a melhoria dos processos, capacitações dos presidentes e funcionários, certificações, missões técnicas, estudos de marketing e de mercado, entre outras atividades.

No estado de Minas Gerais, 12 propostas foram aprovadas.

 

Fonte: Empreender CACB